Educação para a compreensão humana

Este é o tema de meu primeiro artigo científico, decorrente das elaborações da tese doutoral em pensamento complexo (Multiversidad, 2020), publicado na Revista Educação em Questão, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte - periódico categoria Qualis A2. O texto foi escrito em coautoria com minha directora de tesis Dra. Michelle Vyoleta Romero Gallardo (México). A publicação é de jul-set de 2019.


Resumo do texto:

O objetivo deste artigo é de proceder a uma reflexão sobre os conhecimentos e reformas estruturais que a educação para a compreensão humana implica no contexto universitário. Para atingir este propósito, se parte da pergunta geradora relacionada a: em que medida é possível ou não educar para a compreensão entre pessoas, a partir do diálogo, a empatia e um novo entendimento do papel da educação. O texto investiga por que uma educação deste tipo seria ou não necessária e pertinente para a sociedade. O artigo, metodologicamente desenvolvido como uma investigação documental, incorporou em seu marco analítico autores como Edgar Morin e Léa Camargos Anastasiou. O resultado da análise avalia que é possível uma educação para a compreensão humana com fundamentação em noções como a reforma do pensamento, a pedagogia 2.0, práticas pedagógicas integrativas, com ênfase no modelo educativo centrado na aprendizagem, no autoconhecimento e na educação permanente, desde uma perspectiva complexa e transdisciplinar.

Para ler o artigo em espanhol, acesse o link a seguir:





4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo